sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Com a subida generalizada dos preços, como podemos poupar?

Pergunta do dia:
Com a subida generalizada dos preços, como podemos poupar?

O primeiro pensamento que me vem a cabeça é "Yuh, só queres começar a poupar AGORA que os preços subiram?", infelizmente este pensamento não posso verbalizar, porque pode ferir sensibilidades.

Quando os preços sobem e o teu salário não acompanha essa subida, sem dúvida que é uma situação muito constrangedora. Dia após dia, dá a sensação de que estás cada vez mais negligente no que toca a gestão do teu salário... se já eras mau, então começas a entrar em novo nível, nunca antes experienciado, o nível da falência eminente. O mais engraçado é que aqueles que não prestam atenção nos seus gastos, nem vão dando por ela, simplesmente sentem que este mês parece que algo não correu bem, mas no próximo terão mais cuidado... e volta a acontecer, eles começam a suspeitar de que o banco anda a fazer saques indevidos, ou então perderam dinheiro algures.
Os únicos que já notaram o impacto real da subida dos preços, são aqueles que são minimamente organizados, esses conseguem dizer-te exactamente o que aconteceu e quando aconteceu.
Quando és desorganizado, parece que tudo vai contra ti, li algures que não ter um plano é o mesmo que ter um plano para falhar.



A meu ver o primeiro passo no que toca a poupança, tem a ver com organização, e não sair por aí a cortar tudo que é despesa. Se não és organizado, quem foi que te disse que é o tomate que está a criar grandes danos ao teu bolso? Quem disse que são as idas ao salão? Aquele copito com a malta?
Se do nada começas a cortar, sem saber o porquê, corres o risco de estar a cortar no sítio errado, e não existe pior coisa que sacrificar algo em vão.
Então a primeira coisa que deves fazer é arranjar uma forma de saber quanto e onde gastas o teu salário. Só depois de teres estes dados todos é que vais conseguir perceber ao certo, o que é que anda a drenar a tua conta bancária, e só aí podes começar a desenhar planos para cortar. 
Eu adoro aquelas pessoas que quando decidem começar a poupar, em vez de 2 pães passam a comprar só 1... porém tèm o pacote mais caro da ZAP... ou têm um carro que gasta 50litros em 100km. Enfim tens que saber ao certo onde e porquê que estás a cortar.
Sim é isso mesmo que reparaste, não vou fazer daquelas listinhas com 20 formas de cortar os seus gastos, para isso é só pesquisarem no google e as irão encontrar aos milhares... porém se seguirem as listinhas, sem antes organizarem as vossas contas, não estarão a fazer absolutamente nada!

O segundo ponto, é o desconforto!
Deixa ver se consigo dizer isto de forma poética... só estás efectivamente a poupar se sentes o desconforto!
O que eu quero dizer é que se queres realmente cortar custos, reduzir os teus gastos, tens de sentir desconforto nos cortes que fazes. Sair de um pacote ZAP3000 para ZAP2800... não te vai trazer nenhum desconforto. Porém, sair de ZAP3000 para ZAP600... ou então para GOTV300... aí sim estamos a falar (atenção, não tenho nada contra a ZAP, e nem sei se esses pacotes realmente existem, qualquer semelhança com a realidade, é pura coincidência).
Tu não podes dizer-me que queres poupar, mas queres manter o teu estilo de vida... esquece. Se queres verdadeiramente poupar, tens que perceber que isso implica uma mudança radical no teu estilo de vida. Vais ter de regredir alguns degraus, voltar a sentir algumas carências que já estavam ultrapassadas... abdicar de muitos luxos... tu e toda a tua família. Não existe essa coisa de só papá e mamã é que vão fazer o sacrifício... os miúdos não merecem passar por isto. Todos na casa devem viver a mesma realidade desconfortável, para tal, todos devem estar no mesmo barco, tem de haver uma reunião familiar, em que se anuncia que foi acionado o alerta vermelho, é hora de apertar o cinto, e isso engloba todos.
Quando começarem a sentir o desconforto na pele... garanto-vos que a vossa conta bancária irá começar a sentir-se muito confortável... e algo mágico irá acontecer... com o andar do tempo, o desconforto que sentem, irá transformar-se em conforto. Tem tudo a ver com Darwin e as suas teorias que dizem que as espécies adaptam-se ao seu meio envolvente... mais sobre Darwin... google!!

Resumindo e concluindo... como podem poupar com a subida generalizada dos preços?
1 - Organizar contas
2 - Identificar e cortar áreas que drenam a vossa conta bancária
3 - Se não estás a sentir desconforto, continua a cortar gastos
4 - Toda família deve estar envolvida neste processo
5 - Desafio... quando o desconfortável ficar confortável, é só repetir o processo todo

Bom desconforto!!

Sem comentários:

Enviar um comentário