segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Pessimismo, meu grande aliado...

Se já tiveste contacto com material de desenvolvimento pessoal, acredito que estás totalmente indignado(a) só pelo título deste artigo. Mas, já deves também ter começado a perceber que de uma ou de outra forma, o título que escolho, é só uma ponte para o que eu realmente quero falar, que é sobre dinheiro.

No material de desenvolvimento pessoal, dizem que temos de ser optimistas, temos que visualizar o nosso futuro da melhor forma possível, ou seja, nós naquele carro de sonho, na casa de sonho, a viver a vida de sonho. Se não fores casado(a), então deves imaginar-te já casado(a), com o(a) parceira dos teus sonhos.

Tudo bonitinho, colorido, com arco-iris por trás, toda gente a sorrir, enfim, felicidade plena e simplesmente perfeita. Puro paraíso.



Estás a ver essa imagem bonita que tens na cabeça, pois, eu quero que adiciones chuva, mas não uma chuva fraquinha, nada disso, quero que adiciones chuva forte, ventos fortes, trovoada, céu cinzento.
Porquê que eu quero que faças isso, quero que acordes para a realidade. Final feliz existe, claro que existe, porém o que ninguém nos diz, é que este não é só composto de coisas boas... é uma combinação agradável de coisas boas e coisas más. Não se pode ter uma vida só de coisas boas, porque senão não teria piada.



É isso mesmo, quero que adiciones um bocado de pessimismo a tua visão do futuro, quero que a vejas não tão perfeita, mas com algumas falhas, que é para te obrigar a tomar alguma atitude hoje, para poderes estar preparado em caso de essas coisas más acontecerem. Quero que este pessimismo sirva de motivação para fazer-te optar pelo caminho correcto, embora difícil mas correcto.

Em termos práticos, quero que tenhas em mente, que muita coisa pode acontecer, podes
- Perder o teu emprego
- O teu carro ter uma avaria grossa
- Gravidez inesperada
- São gémeos... oh espera... trigémeos
- Constraíste uma lesão que irá pôr-te sem trabalhar por algum tempo
- O banco onde tinhas as tuas poupanças foi a falência
- A mensalidade da escolinha dos miúdos aumentou
- O negócio não vai bem, ou o projecto falhou e ainda deixou dívidas

Inúmeras coisas podem acontecer, então é crucial que estejamos minimamente preparados para qualquer eventualidade. Isso só se consegue através da boa gestão do nosso dinheiro. Não ter dinheiro hoje em dia, não é opção, e não posso aceitar como justificação para sofrimento em caso de rasteiras da vida.
Por isso que é importante adicionar um bocado de pessimismo a vida, mas atenção, não quero que só vejas tudo por esse prisma, nada disso, é muito bom pensar positivo, recomendo vivamente, só não quero que excluas por completo as rasteiras da vida, porque estas acontecem e como acontecem.

Então, começa por eliminar dívidas, criar um Fundo de Emergência, criar Poupança, e passar a planejar com cuidado os passos gigantes da vida (filhos, casamento, habitação, saúde, educação).

Um pouco de pessimismo não faz mal a ninguém!

Sem comentários:

Enviar um comentário