terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Dá que pensar!!!

Dá mesmo que pensar. 
Desde crianças que nos dizem que ir  a escola é importante para a nossa vida, para podermos obter conhecimento, arranjar um emprego, ajudar e fazer diferença no mundo, bla bla bla. Ensinam-nos o básico que precisamos saber sobre saúde, ou seja, que não devemos consumir drogas, comer coisas sujas, que temos que tomar banho, lavar as mãos, enfim...


Ou seja, olhando por este ponto de vista, nós temos que saber preservar a saúde e ter um emprego... pronto, eis o segredo da vida. Basta dominar estes dois, está tudo feito.
Pois... só que tenho uma má notícia... saúde e emprego, sozinhos não garantem o teu bem estar, falta uma coisa muito importante... dinheiro, mola, xibaba, money, cacau... chama-lhe o que quiseres.
Eu sei, pareço ganancioso, que só penso em dinheiro, mas faz de contas que este é o primeiro artigo meu que lês, não sabes absolutamente nada sobre mim. Dinheiro é importante sim (sei que estás a acenar com a cabeça e se calhar até disseste em voz alta "Bem mesmo!!"), então, porquê que ninguém nos ensina a lidar com ele? Dá que pensar não é?

Já me esquecia, dinheiro é importante porque para sobreviver nos nossos dias, é preciso dinheiro para comprar tudo que for necessário para suprir as nossas necessidades básicas... e não só. Mas lá está, não preciso perder tempo a explicar porquê que dinheiro é importante... toda gente sabe disso. 

Os nossos pais sabem disso, mas nunca pararam para tentar passar a pouca sabedoria financeira que adquiriram nas suas vidas. Os nossos bancos, visto que trabalham com dinheiro, deviam ter lá pessoal especializado que iria ajudar os seus clientes na hora de tomar decisões financeiras, mas pelo contrário, focam-se somente em fazer o máximo de lucro possível, enfim, se não és o caçador, és a presa. O Governo, sim finalmente falei no governo... eles sabem muito bem que um dos grandes problemas da população é a falta de inteligencia financeira, porém, não fazem nada no sentido de educar a população. O que custava, introduzir aulas de Finanças Pessoais na primária, e consoante o aluno for evoluindo de classe, esta cadeira ia ficando mais e mais complexa? (Já sabes, se algum dia introduzirem esta disciplina, foi ideia minha)
Nem precisaria ser um disciplina com direito a avaliação... pois para mim não faz sentido uma pessoa que sabe recitar o livro "O homem mais rico da Babilônia", de trás para frente, e vive endividado.

Sinceramente, para mim, não faz sentido nenhum que Finanças Pessoais, não seja algo comum no dia a dia de toda gente, afinal, é algo que todos precisamos, da mesma forma que precisamos de saber que não podemos brincar a chuva senão apanhamos gripe, toda gente devia saber que não pode gastar tudo que ganha, que não pode viver sem objectivos financeiros bem definidos.
Meu sonho, é que toda gente tenha acesso a saúde e a educação financeira... só estes dois, mudam completamente a vida de alguém.
Dá que pensar não dá?

Obrigado, até ao próximo episódio...

Sem comentários:

Enviar um comentário