segunda-feira, 20 de julho de 2015

Antes de continuares com a tua rotina, tens de ler isto!

Olá pessoal.
Quero paresentar-vos dois amigos meus. O Carlos, jovem de 30 anos, gosta de curtir a vida. Do outro lado temos o António, também com 30 anos, também adora a vida e tem grandes planos para o futuro. Os dois trabalham na mesma empresa e ganham o mesmo, e fazem a mesma coisa.


Rotina do Carlos
Chega em cima da hora no trabalho, porque tem o hábito de dormir mais 10 minutos após o despertador tocar, o que faz com que vista a pressa e não tenha tempo para comer em casa. No caminho tem de parar para comprar algo para o "matabixo". Na hora do almoço vai com os colegas para um restaurante, de onde leva um lanche para mais logo. Na hora de saída é o primeiro a sair, está atrasado para o encontro habitual com os seus amigos no bar de sempre. Olha para o relógio, já está na hora de jantar, mais vale comer onde está. Chega em casa cansado e um bocado tonto... vai para a cama. Dia seguinte, repete a rotina.



Rotina do António
Chega cedo, pois acorda muito cedo, afinal tem de preparar o "matabixo", organizar a sua marmita para o almoço. Na hora do almoço, aquece a sua marmita e desfruta de uma comida caseira. Perto do final do dia, come a sua maça diária, porque afinal o trabalho ainda não acabou, independentemente de já estar na hora de saída, fica a fechar todos os pendentes. Sai do trabalho, vai para o ginásio. Do ginásio, vai para casa, onde janta e aproveita o sossego para ler um livro acerca da sua área de trabalho. Dia seguinte, repete a rotina.

Repetem isto durante 5 anos:
Tendo em conta que os dois ganham o mesmo, quem é que vocês acham que terá mais dinheiro na conta? 
Quem é que vocês acham que estará em forma? Quando houver uma vaga disponível para um cargo de chefia, quem é que vocês acham que será promovido? Esta é para as meninas... com qual dos dois gostariam de casar?

Estão a ver o impacto que vossos hábitos têm nas vossas vidasEu olho para finanças pessoais de uma forma muito minha. Com tudo que já li e aprendi, mais e mais me convenço que isto não tem mesmo nada a ver com dinheiro ou capacidades superiores de gestão, mas sim com a forma como encaramos a nossa vida.

Tu és o somatório de todos os teus hábitos, tu acordas todos os dias, e vives em piloto automático, o teu cérebro quer facilitar o máximo todas as tuas actividades, então limita-se a repetir o que tens vindo a fazer até hoje. A grande questão é, os teus hábitos estão alinhados com os teus objectivos? O que fizeste nos últimos 3 meses que irá colocar-te próximo dos teus objectivos?

Carlos diz que nada corre bem na vida dele, não consegue poupar porque ganha mal, não está em forma porque não tem tempo para fazer exercício, e não é promovido porque o chefe gosta mais do António. Em minuto nenhum põe na mesa a hipótese de ELE ser o culpado
Não sou nenhum Deus da disciplina financeira, simplesmente quando decidi mudar, tive que mudar alguns dos meus hábitos, aceitei ser o ÚNICO responsável pelo meu bem estar financeiro, pela minha vida. 

Olha para os teus últimos 5 anos, se continuares com os mesmos hábitos, os teus próximos 5 anos, serão iguais os teus últimos 5. Se tens vindo a progredir rumo aos teus objectivos, continua, porém, se tens a sensação de que estás parado no tempo, olha para os teus hábitos.


O que eu peço de ti, não só financeiramente, é que pares de andar em piloto automático, imploro-te que prestes atenção nos teus hábitos, que analises a tua forma de lidar com o dinheiro, e que tomes total responsabilidade pela tua vida, pela tua felicidade.
Não tentes mudar tudo do dia para noite, começa aos poucos a eliminar os maus hábitos, e adoptar hábitos que irão levar-te para onde queres chegar. 

Lanço o seguinte desafio. Por 7 dias. Só 7 dias, uma semana... presta atenção nos teus hábitos, e anota todo o dinheiro que gastares... irás descobrir muito acerca de ti.


Até ao próximo episódio...

Sem comentários:

Enviar um comentário