quarta-feira, 8 de abril de 2015

Porquê que não deves acreditar em mim!!

Peço imensas desculpas por não ter dito isto o mais cedo possível, porém, tu não podes acreditar nas coisas que eu digo. Deixa-me explicar-te, o que eu falo é abrangente, toca na superfície da vida de muita gente, porém, não pode ir a fundo, ou seja, eu não sei quem és, não sei onde moras, não sei quais são as tuas aspirações, os teus sonhos, os teus medos, os teus desejos, os teus objectivos, logo, é impossível para mim, sem te conhecer direito, escrever algo que irá encaixa-se direitinho na tua vida e irá resolver os teus problemas.

Por isso que independentemente destas dicas, aconselho que procurem ajuda. Se queres mudar, se estes artigos ajudaram-te a despertar, então é altura de começares a fazer alguma coisa, pode ser marcar uma consultoria (comigo é óbvio!! sim é publicidade), pedir conselhos a quem está bem financeiramente, investir no teu conhecimento acerca do tema.



O bom da consultoria, é que lá consigo perceber o que é importante para ti, o que te tira o sono, e aí juntos, traçamos um plano que irá guiar-te neste processo todo. Ainda não tive a oportunidade de encarar um caso "impossível", pois, tenho visto que as pessoas tem muita vontade de serem financeiramente competentes, só lhes falta um guia para os ajudar a encontrar o melhor caminho.

O que noto é que muita gente só precisa de alguém em cima delas a controlar e dizer "não", para que elas realmente se empenhem nisto, não tem nada a ver com falta de capacidade.


Meu conselho é, ouve os conselhos sim, porém, avalia seriamente, se eles poem ou não em causa os teus valores, porque de nada ajudará se atingires os teus objectivos financeiros em detrimento de outras áreas da tua vida.

PS -  Ler estes artigos e não agir, é o mesmo que ler sobre Kung Fu, e depois ir enfrentar o Bruce Lee.

Até ao próximo episódio...

Sem comentários:

Enviar um comentário