quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Finanças Pessoais VS Ginásio – 6 semelhanças

Lembram-se que no início falei-vos que finanças pessoais é 80% comportamento e 20% conhecimento? Claro que sim. Pois bem, o acto de ir ao ginásio é quase a mesma coisa. Hoje irei focar-me somente na parte do comportamento.
Não preciso sequer dizer que recomendo que toda gente vá ao ginásio, afinal faz bem a saúde e ao teu bolso, sim, ao teu bolso, afinal se estiveres em forma, diminui as tuas visitas ao médico, e num futuro longíquo, quando fores velhinho(a), terás melhor qualidade de vida porque o teu corpo ainda estará em dia. Chega de sermão, agora vamos ao que interessa.

Despertar
É domingo, acordas, vais a casa de banho, e subitamente olhas para o espelho, e vês do outro lado uma pessoa completamente fora de forma a olhar para ti. Ficas espantado(a), chegas mais perto, inspeccionas melhor, e dás conta de que a pessoa do outro lado és tu, e decides que tens de ir ao ginásio. O mesmo deve acontecer com as tuas contas, só espero que aconteça o mais cedo possível. Um dia irás olhar a tua volta, irás descobrir que há anos que não fazes nenhum avanço na vida, continuas no mesmo ciclo de receber salário e gastar tudo, pedir emprestado, ZERO poupança, passar a vida com a corda no pescoço, e é aí que irás pensar “Como é que se chama aquele gajo do Dinheiro Cresce Nas Árvores!?”. Não fiques a espera deste cenário negro, entra em contacto comigo e irei partilhar contigo todas técnicas que usei para sair desse ciclo vicioso.

Objectivo
Ir ao ginásio “só por ir”, é sem dúvida desmotivador, porém quando temos um objectivo por alcançar, é esse objectivo que nos faz sair do trabalho e não ir para casa relaxar, mas sim ir ao ginásio, porque temos um foco. O mesmo acontece com as nossas contas, se não tivermos nenhum objectivo em mente, é complicado manter-mo-nos focados. É neste ponto que muita gente falha, não estabelece metas na financeiras, só quer ir para o trabalho, receber dinheiro e gastar. Ficam a espera que o destino faça o resto, pois bem, “se não tomares conta da tua vida, o acaso tomará”. "Não ter um plano, é ter um plano para falhar"


Disciplina
Ir ao ginásio requer muita disciplina, é sempre mais fácil ficar em casa no sofá do que ir lá “sofrer”. O mesmo passa-se com finanças pessoais, é sem dúvida mais fácil não fazer nada acerca das nossas contas, do que estar constantemente a lembrar de que temos que tratar melhor o nosso dinheiro, temos que fazer orçamento, monitorar o orçamento, poupar, etc. Lí algures que disciplina é a ponte entre um sonho e sua concretização.

Resultados a longo prazo
Estão a ver aquelas publicidades de treinos e proteínas que da noite para o dia transformam Big Mama em Beyoncé, ou transformam Slim Nigga em Rambo? É tudo mentira.Tanto no ginásio como em finanças pessoais, os resultados só aparecem depois de algum tempo, infelizmente essa é a realidade. Nas minhas sessões de coaching sou muito sincero acerca dessa realidade. Isto requer tempo, paciência e muita dedicação. Os resultados demoram, mas quando chegam, são espectaculares.

Fica mais fácil com o tempo
Pois é. Já reparam que as primeiras semanas no ginásio, são sempre horríveis, mas depois de andarmos lá algum tempo, é fica tudo normal? Não foram os pesos que ficaram mais leves, não foi o tapete que ficou macio, nós é que melhoramos, ficamos mais competentes. No início metia-me confusão anotar os meus gastos, fazer poupança, guardar dinheiro para comprar algo, mas hoje em dia, não percebo como vivi tanto tempo sem fazer isto.

Recompensa
Depois de muitos meses a correr, a levantar ferro, chega o verão, e está na hora de passear na praia de queixo levantado. Praia esta que para lá estarmos levou-nos meses de poupança, utilização racional do nosso rendimento, e agora podemos lá relaxar, sem nos preocupar com o amanhã porque este está assegurado.
Fecha os olhos (depois de ler isto, senão não lês o resto, hehe) e imagina-te sentado(a) na praia, a sentir o sol, a brisa, e o dinheiro deixou de ser um problema para ti. É possível! Juro-te que é!



Até ao próximo episódio...

Sem comentários:

Enviar um comentário