segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Pessimismo, meu grande aliado...

Se já tiveste contacto com material de desenvolvimento pessoal, acredito que estás totalmente indignado(a) só pelo título deste artigo. Mas, já deves também ter começado a perceber que de uma ou de outra forma, o título que escolho, é só uma ponte para o que eu realmente quero falar, que é sobre dinheiro.

No material de desenvolvimento pessoal, dizem que temos de ser optimistas, temos que visualizar o nosso futuro da melhor forma possível, ou seja, nós naquele carro de sonho, na casa de sonho, a viver a vida de sonho. Se não fores casado(a), então deves imaginar-te já casado(a), com o(a) parceira dos teus sonhos.

Tudo bonitinho, colorido, com arco-iris por trás, toda gente a sorrir, enfim, felicidade plena e simplesmente perfeita. Puro paraíso.

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Se calhar estás a fazer tudo certo...

Todos os meses é a mesma coisa, o salário vai embora muito antes da hora. Este fenômeno sempre me fascinou, e acredito que fascina a muita gente. Como é que algo tão querido consegue desaparecer em tão pouco tempo.
A questão que fica no ar é sempre a mesma... o que ando a fazer de errado?

segunda-feira, 4 de setembro de 2017


9a Edição - de 09 a 13 de Outubro

A meu ver o melhor truque para poupar

Ah... poupança... o calcanhar de Aquiles de muita gente.
É incrível, como toda gente quer poupar. Ainda não conheci uma pessoa que me dissesse que não gostaria de ter algum dinheiro poupado.
Mas se todos querem, porquê que não conseguem poupar? Simples, porque nunca pouparam.
Eu sei, as vezes escrevo coisas um bocado básicas demais, mas, não deixam de ser verdade. É mesmo isso, as pessoas não conseguem poupar porque nunca pouparam. Como é que é suposto tu saberes fazer algo que nunca fizeste?

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Casamento Armadilhado

Não... é que nem penses que se trata de plágio, e eu agora irei começar a escrever sobre casamento como o casal que escreveu o magnífico livro Casamento Blindado, que recomendo vivamente. - Li um capítulo do Namoro Blindado e também gostei
Queria só partilhar algo engraçado contigo. Sempre que tenho um casal tanto nas sessões de coaching como no curso, um dos membros do casal está lá porque caiu numa armadilha.

Ou seja, nunca é uma decisão que parte dos 2, nada disso, há sempre um que sente a necessidade de educarem-se financeiramente, e inventa uma história para puxar o outro. Acho isto hilariante.

A justificação é sempre a mesma, "Quando eu falo sobre dinheiro ele(a) não ouve, então se calhar ouvindo a ti, algo vai mudar!"

Então já sabes, se não estás a criar armadilhar para ninguém, é sinal que a outra parte costuma falar sobre dinheiro e tu não ouves. - É a minha teoria, posso estar errado

terça-feira, 29 de agosto de 2017

Relatório da Kroll

Imagina que o Director Geral da Kroll liga para ti e diz que irão fazer uma auditoria as tuas contas. Querem apurar ao certo como foi que gastaste o teu dinheiro nos últimos 10 anos.

E depois de finalizarem o relatório, irão tornar a informação pública.

A minha grande questão é, depois de lermos o relatório das tuas contas, vamos, chorar, aplaudir ou rir?

Ainda bem que estamos só a imaginar.

Ouvi Jim Rohn uma vez dizer que, se não fizeres nada de novo, então os próximos 5 anos da tua vida serão iguais aos últimos 5. Também li algures, que Einstein definiu insanidade, como fazer a mesma coisa, vezes repetidas e esperar resultados diferentes.

Se tens interesse em mudar o rumo da tua vida financeira, tens que fazer algo que normalmente não fazes, tens que sair da tua rotina, da tua zona de conforto.

Podes ler mais sobre finanças pessoais, se não gostas de ler, podes ver palestras no Youtube, se não gostas disso, podes baixar audiobooks também no Youtube... se também não gostas disso... encerram no dia 30 de Agostp as inscrições para a 8a Edição do Curso de Finanças Pessoais que irá decorrer de 11 a 15 de Setembro!!.

terça-feira, 13 de junho de 2017

Dieta Financeira

Lembram-se quando começaram a trabalhar, daquele primeiro salário minúsculo que nem dava para passar um fim de semana como deve ser? Lembram-se disso?

Naquele tempo, por mais incrível que pareça, o salário, com muito custo e sacrifício, conseguia levar-nos até o fim do mês. Porém, passou-se algum tempo e recebemos um aumento, ou mudamos para um emprego em que o salário é maior, e subitamente, o dinheiro já não chegava para nada. Conhecem esta sensação? Eu conheço muito bem, tanto que foi por isso que decidi estudar esta questão das finanças pessoais.

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Sacrifício

Quando falo de Finanças Pessoais, as vezes noto que dou a impressão que é tudo um mar de rosas. É só poupar, investir, fazer orçamento e tcharaamm... já está.
Meus amigos, não é só isso não, saber lidar com dinheiro, implica sacrifício, muito sacrifício mesmo. Ter de abdicar de muita coisa em prol de uma vida estável. Quando comecei a dar os meus primeiros passos, foi um inferno, tive que confrontar a mim mesmo e ser brutalmente honesto, aceitar que andava a fazer as coisas erradas e estava na hora de mudar.